Maués - Uma cidade que cresce com descasos


Ler Matéria completa

Maués, o que falar de você?

Já faz algum tempo que moro nessa cidade, e em poucos meses, percebo o quanto é difícil buscar um crescimento pessoal e profissional, num município em que a população que sofre com falta de educação de qualidade, profissionalização e acesso um curso superior, que lhe ajude localmente. E vou explicar o que digo.

A parte difícil do crescimento pessoal e profissional

Maués é um município que possui uma parte urbana, com comércios mais caros que Manaus, possui restaurantes com comidas ótimas e caras também. Se pensarmos em uma alternativa, temos um mercado de venda de peixes que é próximo a feira do produtor rural. São dois locais que possui elevada visitação, pelos preços serem mais em conta, e podemos ainda verificar a origem e qualidade do produto a ser consumido. Além de poder ser obtido outras variedades regionais de artigos.

Devido a essas circunstâncias, podemos dizer que Maués é um município que vive da agricultura e da pesca. As outras demais atividades de grande porte, tem origem na exploração de mão de obra barata, típico do capitalismo selvagem, em que o direitos trabalhistas são pouco aplicados, e assim comércios crescem com vendas de produtos, que podemos constatar, perde em qualidade de produto e atendimento.

A fama de ser a terra do guaraná, é algo que no futuro pode deixar de existir, pois quem produz e quem consome bastante, são os produtores de comunidades e indígenas das aldeias Saterê-Maué em terras distantes. E os dois que consomem e vendem o produto bruto, extraído por um processo de plantio, colheita e preparo de bastões de 20 ou 30 centímetros. Na parte urbana, ele é só um produto que tem valor mais elevado, e que empresas como AMBEV (empresa de bebidas), vem explorando bem esse recurso, e que em contrapartida, ajuda na realização da Festa da Guaraná, financiando parte do evento, através da prefeitura municipal.

Não podemos esquecer que Maués, é um municípios de parentescos. Muitos lugares aqui tem nomes de famílias, e se torna necessário manter sempre o respeito e cuidado para fazer observações, como esta que faço neste texto. A razão é que existem muitos descasos sociais, praticados por pessoas que são parentes uma das outras, e assim as pessoas que pensam na transformação social, pode ser facilmente identificadas como inimigas, por estarem explicitando ações comprometedoras ou enganosas.

Muitas atividades econômicas em Maués depende de você ficar de bico calado, pois não se pode entrar em conflitos com questões que possam ferir o interesses de outros. E se você depende de vendas, elas só se realização, se possui um bom número de clientes. E quando há uma perseguição social ou política, que questione a irregularidades e reivindica direitos e justiça, vai ocorrer de você terá que mudar de residência ou fechar seu empreendimento, para sua segurança.

Outras questões complicantes, é que o município possui uma administração, ou seja, uma prefeitura e uma câmara de vereadores, os quais não tem projetos já conclusos e amplamente benéficos. Percebemos somente aqueles em execução - não finalizados, e o povo não tem como acompanhar essas demandas, pois como eleitores não tem certeza de quem realmente é a proposta de tais projetos e quanto dinheiro está envolvido. Outras história, é que, além de ser até típico, o voto está preso a favores familiares, partidários assistencialistas ou por negócios e dívidas. Mas ainda é invisível uma atuação séria de administração local.

Nos dias de hoje, há diversas obras e eventos que fazem a população lembrar que existe prefeitura. Vimos então as muitas obras inacabadas, ruas esburacadas e sem planejamento de recuperação (asfalto da espessura de 1/2 (meio) centímetro. E temos somente na cabeça ou mente, que exista algum propósito de autopromoção, e continua sem mudança social ou melhoria da qualidade de vida do povo. E só aumenta os sinais de desemprego, que por sua vez, gera maior fragilização das pessoas, que carente de perspectiva de vida, acabam submetendo-se a prostituição e manuseio de drogas ilícitas.

Planejamento

Todo município precisa de um crescimento, em que a população possa estar diretamente envolvida, para somar esforços para a realização do projetos. E se um governo local não tem a transparência de suas contas e seus projetos em execução e os que estão em andamento, e ainda os conclusos. É notório que se esteja formando uma população para simplesmente ser público, pois é interessante ter desempregados para falar de criação de empregos, é interessante ter um hospital sem remédios ou atendimento de má qualidade, para poder conseguir votos dos doentes, é interessante ter roubo de todos os lados, para dizer que vai lutar contra os corruptos e pela segurança.

E saber como isso pode acabar, é interessante também! Não concorda?

Portanto, a realidade de Maués está nas entrelinhas da má administração, e na falta de cobrança dos poderes públicos locais parceiros. Existem coisas impressionantes, como por exemplo, uma pessoa que tem duas empresas em Maués que utiliza o mesmo CNPJ, em outras palavras, sonegação fiscal. Outras empresas que vende produtos vencidos como cerveja e alguns perecíveis.

Tratar a população de Maués com ignorância, é negar a educação, qualidade de vida, é tirar iniciativas de empreendimentos com história de vida, e muito mais que isso, negar um futuro digno para quem mora neste lugar. Por fim, podemos ter a certeza, que quando você trata bem um morador legítimo de Maués, você estará valorizando seus projetos pessoais de uma vida melhor. E dar uma basta nas diversas explorações sociais, deve ser um objetivo dos poderes locais em vigor e dos que pretendem estar nessa condição de representante no futuro próximo.

Viver em Maués é um desafio que pede o comparecimento da educação, ética e de pessoas construtivas.

Abraço a todos e todas, e esse texto é só um vislumbre, mediante a reflexões dentre a convivência de mauesenses humildes, com sofrimentos e falta de esperança.

Pessoas com mais visão e transparência é o que queremos para ajudar na mudança.

Até o próximo texto.

Image: