UM POUCO DE NOSSA HISTORIA RÁDIO LIVRE VOZ DA ILHA 1 ANO NO AR

As 18 e 35 minutos do dia 4 de agosto de 2010 foi ao ar a 1ª transmissão da rádio livre voz da ilha com a musica Paranoide de Ozzy Osbourne no pátio esterno ao lado da caixa d’água na escola Getúlio Vargas no bairro do Abial com entrevista com o pessoal do coletivo da voz da ilha e transmissão ao vivo para todo o município de Tefé, desde esse período ficamos transmitindo em 100,5 Fm, até um dia que movido por inveja os barões da comunicação tefeense tentaram nos calar, paramos por um tempo mais logo após continuamos só que itinerante através de oficinas nas comunidade ribeirinhas abaixo segue um breve memorial de nossas primeiras transmissões.

Entrega feliz rádio-trans

Quarta feira, 04 agosto 2010 as 19:01:25 tivemos a entrega de nosso transmissor e da antena que deram origem a um sonho nosso chamado Voz da Ilha a entrega foi feita por uma pessoa muito querida por nós essa pessoa era Ronaldo Eli e guilherme que mais tarde se tornaria uma especie de pai para todos nós.

Montagem da Antena Quem Tava Lá

Das 16 as 17. 25 horas do dia 04 de agosto de 2010 montamos a antena da radio voz da Ilha, no alto da caixa d’água da escola Getúlio Vargas no bairro do Abial, (Lukas, Nayara, Natália, Marta, Sérgio, Evander, Juninho, Jackyomar, Crispolo, Larissa (Alvarães), Jorge da Marreca e eu Gleison Frangão).

Entramos no Ar em 100,05 FM 100% Radio Livre Radio Voz da Ilha

Image: 

CHAMADA DE VOLUNTÁRIXS

Image: 

UM MANIFESTO DO MICRO RADIO

Por Tetsuo Kogawa

O micro radio costumava ser um compromisso de se evitar usar transmissores de alta potencia por causa do orçamento ou da regulamentaçao. O primeiro micro radio deliberado comegou em meados dos anos 1970 na Italia. Como escreveu Felix Guattari, "des millions et des millions d'Alice en puissance", cerca de mil estaçoes de micro radios livres apareceram junto com o movimento "Autonomia" na Italia e entao influenciaram outros paises, especialmente a França. Na Australia a situaçao era diferente. Sob a esperta decisao do governo Whitlam, muitas cidades começaram a ter um novo tipo de estaçoes de radio comunitarias multi-linguisticas e multi-culturais no final dos anos 1970. No Japao, o boom das "Mini-FMs" teve inicio no começo dos anos 1980. Era um tipo totalmente diferente de micro radio, radio com transmissor de potencia literalmente micro. Era um milagre que um micro radio deste tipo realmente funcionasse como um radio. Assim, a cena de micro radio dos anos 80 era uma mistura das radios livres italianas com um novo elemento do paradoxo tecnologico.

Depois do final dos anos 1980, micro estaçoes "piratas" nos EUA entraram numa nova batalha legal contra a autoridade, por reivindicagoes populares: a Black Liberation Radio de Napoleon Williams em Illinois e tambem a Free Radio Berkeley de Stephen Dunifer ficaram famosas. Em 2000, a FCC (Comissao Federal de Comunicaçoes) lançou uma nova categoria de licença, a "LPFM" (Low Power FM, FM de baixa potencia). Isto significa que o micro radio nos EUA esta institucionalizado e tambem que aqueles que transmitem sem licença sao considerados ilegais. O sonho inicial do paraiso do microradio acabou. Mesmo um tal micro dommio e agora controlado pelo sistema. Nao seria nenhuma surpresa, pois atualmente todo o controle invade nao so o espaço individual, mas tambem o cerebral. No entanto, ainda acredito que o micro radio pode se situar em mveis diferentes do espaço institucionalizado.

Image: 
Syndicate content